15 de Outubro - DIA DO CONSUMO CONSCIENTE

O Dia do Consumo Consciente é celebrado no Brasil anualmente no dia 15 de outubro. A data foi criada pelo Ministério do Meio Ambiente em 2009. O objetivo é despertar a consciência dos cidadãos para os problemas sociais, econômicos, ambientais e políticos resultantes dos padrões de produção e consumo insustentáveis praticados atualmente.

Além de buscar reduzir o consumo, o Dia do Consumo Consciente busca alertar para o fato de que um produto ou serviço deve minimizar o uso de recursos naturais, materiais tóxicos, diminuir a emissão de poluentes e a geração de resíduos. Exercer o consumo consciente é contribuir voluntariamente e solidariamente para a sustentabilidade e o futuro das próximas gerações.  Assim cada um pode aumentar seus impactos positivos e diminuir os negativos que são causados pelo consumo exacerbado e inconsciente.

O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 12 diz: “Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis”. Entre as metas estão a redução pela metade o desperdício de alimentos per capita mundial; alcançar o manejo ambientalmente saudável dos produtos químicos e todos os resíduos; e reduzir substancialmente a geração de resíduos por meio da prevenção, redução, reciclagem e reuso; entre outros.

 

O Procon Barretos preparou algumas dicas para um consumo consciente:

1. Planeje suas compras - A impulsividade é inimiga do consumo consciente. Planejar antes evita exageros e excessos.

2. Separar os resíduos (lixo) de casa para reciclagem, mesmo não havendo coleta seletiva.

3. Avalie os impactos - Ao comprar, leve em conta danos que a fabricação e o uso do produto causam ao meio ambiente e à sociedade.

4. Consuma apenas o necessário - É possível viver com menos. Reflita sobre suas necessidades reais.

5. Reutilize produtos e embalagens - Se você puder consertar, transformar e reutilizar, por que comprar outra vez?

6. Valorize a responsabilidade social das empresas - O valor de um produto vai além de seu preço e sua qualidade. Ele pode incluir a responsabilidade do fabricante com seus funcionários, sociedade e meio ambiente.

7. Não compre produtos piratas ou contrabandeados - Comprando do comércio legalizado, contribui-se para a geração de empregos estáveis e o combate ao crime organizado e da violência.

8. Cobre dos políticos - É dever de qualquer cidadão exigir de partidos, candidatos, vereadores, senadores, deputados e governantes, propostas e ações que viabilizem e aprofundem a prática do consumo consciente.

11. Divulgue o consumo consciente - Qualquer pessoa pode multiplicar informações, valores e práticas do consumo consciente. Sozinho ou em grupo, sensibilize os outros consumidores.

12. Contribua para a melhoria de produtos e serviços - Consumidor ativo envia para as empresas sugestões e críticas que ajudam na melhoria da qualidade produtos e serviços.

13. Ler atentamente os rótulos antes de comprar algum produto.

14. Pedir nota fiscal (cupom fiscal) quando vai ás compras, mesmo que o fornecedor não o ofereça espontaneamente.

15. Usar o verso das folhas de papel, sempre que possível.

16. Fechar a torneira enquanto escova os dentes.

17. Evitar deixar lâmpadas acesas em ambientes desocupados.

18. Desligar os aparelhos eletrônicos quando não estiver usando.

19. Compartilhar com o maior número possível de pessoas as informações que aprende sobre empresas e produtos.

20. Optar por comprar produtos orgânicos.